14.5.08

Cartas da tarde

Árvores de Outono-Egon Schiele

Olhar o amigo e sentir que se está a ser percebido faz a tarde bonita.

8 comentários:

Sophiamar disse...

Olhar o amigo e sentir que se está a ser ouvido já é uma felicidade. Quem tem amigos não tem tardes feias.

Beijinhos, amigo!

Tem muitas tardes bonitas!

Lis disse...

Bem, eu poria uma imagem de árvores de verão na companhia desta frase/texto. Sim, porque alegrias assim são quentes como longas tardes de verão.

Olá!

Amélia disse...

Como o Zef diz bem!Beijos

Anónimo disse...

Sem d�vida, at� aquela tarde tardia de inverno...:)
Beijinhos chuvosos
ana assun�o

Anónimo disse...

Eu sempre tive uma relação difícil com os acentos mas, lá por isso, não era caso para tanto quadradinho :)
As árvores do Schiele são magníficas
(dixit a anónima ana)

meg disse...

Amigo Zef, lá dizia o Vinicius que os amigos não se conhecem... reconhecem-se.
Não será por isso que estou aqui?
Um abraço e um óptimo (com p) dim de semana

zef disse...

Sophiamar, e se, para lá de ser ouvido, se achar percebido, a tarde não acaba! Que pieguice a minha!
Beijos

Lis, hesitei, mas preferi assim.A calma do Outono é bom que seja também longa.
Olá

Está a ver, Amélia: é bom saber-se percebido.
Beijos

Ana, beijinhos ensolarados.
Quanto a acentos, o que bendigo é dos bons assentos, mesmo que à sombra das árvores já do Outono.
:)

Meg, é isso, os amigos estão sempre onde devem estar! A
"partilhar
a sede de alegria -"
(Lembrei-me de Eugénio de Andrade!)

rendadebilros disse...

Não é maravilhoso??? nem que seja um instante!
Abraço.