31.1.12

Em Madrid, fui à exposição Hermitage no Prado. Era muita a gente e parei em dois sítios:
-no tocador de alaúde, parecíamos uma estação da Via Sacra; não dava para “ouvir” bem: tenho de olhar noutra altura;
- fui para um sítio sem ninguém: A visita à avó. Deu para parar muito tempo por causa daquele olhar pequenino da criança e do cão; ponho-o aqui para o olhar mais tempo.

3 comentários:

rendadebilros disse...

Bonito passeio!

zef disse...

Foi um bom fim de semana. Mas é uma cidade grande demais para os meus olhos…

fernanda s. monteiro disse...

Mas muito verde e fresca... Sinto sempre isso em Madrid. Ruas e praças claras , parece até que, no meio do ruído citadino se ouve o murmurar da água... É estranho, mas sinto sempre isso quando lá vou: sempre visitas curtas, de resto. Talvez por isso?