21.5.12

Colhe a rosa
esquecida
no caminho

beija-a depois

Suave
a luz te é
reservada.

-Amélia Pais; em: "Ao longe os barcos de flores"; 01/04/12-

(Boa noite, Amélia)


8 comentários:

fernanda s. monteiro disse...

Sabe, Zef, vim aqui ler o seu adeus e encontrei um poema dela, para o qual lhe fiz vários marcadores de páginas que a sensibilizaram. Já nem me lembrava...Se eu tiver o seu mail, vou enviar-lhos para recosrdação.
Grande abraço neste dia triste. Tristes vão os tempos.

rita disse...

Acabei de saber e vim aqui deixar-te um abraço solidário na tristeza que te adivinho...
E Portugal ficou mais pobre...
R.I.P

Anónimo disse...

Um abraço, Zef.

alece

zef disse...

Verdade, gente amiga.A Amélia é amiga muito grande.
beijos

tsiwari disse...

Que notícia triste...

;(

Soledade disse...

Venho aqui lamentar-me, porque sinto a falta dela e... onde havia eu de ir agora, Zef?

zef disse...

Tsiwari, verdade. Não só para os amigos.

zef disse...

Olá, Soledade.
Beijos