8.8.07

Em ti a profusão
do que a alma procura

A água O vinho O pão
O leite O mel A fruta

David Mourão Ferreira

5 comentários:

Meg disse...

A plenitude, não será?
Claro que sim, acho eu.
Um abraço

zef disse...

Olá, Meg. Também penso. No entanto, não sei se fiz bem não pondo o título que o poema traz (de resto, título que serve para vários). Mas o poeta não vai matar-me por isso...
Um abraço

J.G. disse...

Curiosa escolha, a de um dos meus poetas preferidos, um dos grandes amorosos nacionais.

Um abraço.

J.G. disse...

post scriptum - Bom regresso!

zef disse...

Obrigado, Jorge(e "os bons gostos encontram-se"...)
Um abraço