5.12.12

Ao cair da tarde há sempre algum desassossego
as cores já não nos conversam os olhos
o escuro come-nos os sonhos

toca-me o corpo que a noite é generosa.

2 comentários:

Rui Antunes disse...

Possível, um sossego não manso?
Possível, um silêncio mais calado?
Possível, conversar os olhos?
Oxalá, Zef. Oxalá

zef disse...

Oxalá, Rui; mas é bom sabermos fazer perguntas, :)
Um abraço