25.2.07















Os estorninhos põem o carvalho de luto. Mas é por pouco tempo. O sol bate-lhes de chapa e eles espalham-se no pinhal grande.

13 comentários:

rendadebilros disse...

Cortaram, esta tarde, as árvores na Avenida dos Bombeiros... será por isso que os estorninhos estão de luto!!!Ainda bem que o Sol brilha nas suas penas...
Um abraço.

Anónimo disse...

As árvores, mesmo de luto vestidas, morrem sempre de pé... a menos que um machado as abata...
mas nunca "corta a raiz ao pensamento"
Aquele ABRAÇO do
Cruzeiro

alecerosana disse...

após o descanso na copa do carvalho, seguem o sol, os estorninhos negros (Sturnus unicolor).

jpg disse...

E que espectáculo não deverá constituir o bando em voo!

Quem me dera estar a vê-los agora!

Um abraço.

Soledade disse...

Que beleza de imagem, Zef! E não me refiro à foto, que é excelente, mas à que fez com as palavras. Os estorninhos negrejando no carvalho e depois saindo numa algaravia, levando o riso da luz nas asas.

zef disse...

Renda, brilha e transmite-se. Quanto às árvores, os pássaros têm artes de irem para quem os acolha...
Abraço

zef disse...

Cruzeiro, sempre de pé; não há lutos que duram sempre e a luz costuma ganhar ao escuro...
Um abraço

zef disse...

Alece (que nome dar-lhe? - Gosto de Alece!), seguem o sol e escolhem o vento, como as palavras...

zef disse...

Um abraço, Jorge. Tenho-os visto, os estorninhos, ao fim da tarde. Escolha também um bom lugar...

zef disse...

Um abraço, Alece; assim à parte, é mais especial

zef disse...

Soledade, "levando o riso da luz nas asas": gosto.
Beijinhos

...E foi assim que, de uma visão de crepúsculo, me vi com a luz do sol...

amélia disse...

Estou com a Soledade: lindas imagens as duas...
«Olha o Sol que vai nascendo/anda ver o mar/os meninos vão correndo/ver o Sol chegar...»-

lembra?Também do Zeca.

Amélia

zef disse...

Olá, Amélia, muito boa noite e que o sol também nos veja quando os meninos o olharem...
Beijos