14.9.08

O Riso de Deus

(Capa da 16ª edição)

Imaginei um Deus com um enorme sorriso - aquele sorriso da Rita ampliado à dimensão do tempo da história, desde o homem das cavernas até ao dia em que realizasse o tal projecto pressentido. Disse-lhe:
- Rita: eu acho que Deus tem assim um sorriso como o teu quando nos vê amargurados...
- E eu acho que ele se ri mas é daqueles que andam por aí, muito contentes e convencidos, a fazerem o mundo como está...
Depois, ainda com o mesmo sorriso, levantou a roupa da cama, deitou-se e disse-me:
- Vá. Vem para a nossa Arca de Noé...

(António Alçada Baptista; O Riso de Deus)

12 comentários:

soledade disse...

Esta Rita é sábia :-)
Um beijinho

Meg disse...

Querido Zef,
Quanto a mim...

"... eu acho que ele se ri mas é daqueles que andam por aí, muito contentes e convencidos, a fazerem o mundo como está.."

Um abraço

Anónimo disse...

Tenho de ler isto no contexto. Acho que importa, no caso. Vou espreitar e depois volto.

Xis,

Lis

Aires Montenegro disse...

Sabes por que razão deixo, hoje,um comentário? Renasceu o meu blog!!!

Sim, como o Almada contava, "pede-se a uma criança"...
Mas não tenho vida nem para metade da livraria! Metade? nem para um centésimo!!!
Quanto ao riso, li o livro quando saiu, mas já me não lembra muito...

zef disse...

Soledade, é sábia e de muita tranquilidade.
Um beijinho.

zef disse...

Boa noite, Meg
Ri-se. E nós também nos vamos rindo...
Um abraço

zef disse...

Xis, Lis
Vai valer a pena!
Depois, volte.
Beijos

zef disse...

Alvíssaras, amigo Aires!
O livro também o li, há anos, com pressa.
Agora, mais devagar...E já não me preocupa a falta de tempo para ler o que ainda não li. Mas olha que este Riso é mesmo risonho!
Um abraço

rendadebilros disse...

Acho que estava mesmo a precisar de vir aqui ler estas palavras... pois em vez de andar ocupada a seleccionar textos belos e "sumarentos" para estabelecer laços com os meus últimos alunos que irei deixar daqui por meia dúzia de meses, atarantei-os ( para não destoar como em outros anos, resolvi este ano seguir a maioria!!!)com uns testes diagnóstico que não diagnosticam coisa nenhuma ou não diagnosticam ( que palavra mais feia!!! de escrever e de dizer!!! e de aplicar!!!) mais do que eu diagnosticaria sem testes...com umas tretas cheias de palavras que eles ainda não entendem sobre competências e avaliação e eu farto-me logo de testes para corrigir e fazer avaliações cheias de cruzinhas que já nem estou a ver bem... isto é ser professora de Língua Portuguesa??? O que vale é que este riso me animou e para a semana, as coisas pseu-pbrigatórias ficam feitas e toca a fazer o que nos dá prazer, a eles - alunos e a mim!
Bem haja!

zef disse...

Renda, e como já estamos na tal semana, vá de fazer o que deve ser feito.

Sophiamar disse...

Pensava eu que tinha todos os livros do Alçada Baptista. Não me lembro de ter visto este cá em casa. Vou procurá-lo. Rir faz bem. Não dos outros mas para os outros. Afinal, custa tão pouco.

Beijinhos

zef disse...

Beijos, Sophiamar.
Olha que vale a pena procurá-lo!